top of page
Buscar
  • Foto do escritorEugênio Rego

"Influencers são apenas vendedores"

É o que afirma o jornalista americano Nick Bitton em seu documentário de estreia "Fake Famous - Uma Experiência Surreal nas Redes" (2021, HBO). Em tom de experimento social, Bitton propõe a três desconhecidos - uma atriz iniciante, um recepcionista e um personal trainner - transformá-los em celebridades da internet. A estratégia é simples e nem tão inovadora assim: comprar "seguidores" e inflar artificialmente os perfis dos absolutos anônimos dos futuros digital influencers.


A premissa do documentário é investigar quem das celebridades de internet que pipocam todo dia na nossa timeline são realmente famosas ou não passam de produtos tão fabricados quanto aqueles que anunciam em seus posts.


A compra de robôs seguidores, no entanto, é apenas um das estratégias de Bitton para bombar as contas do trio. O número de inscritos em perfis de internet é um balizador importante na nossa decisão de seguir ou não essa ou aquela pessoa, mas é preciso mais para nos manter interessados.


O jornalista, então, usa de vários artifícios para emular o cotidiano de glamour, refinamento e luxo que tanto gostamos de ver. De simulação de ofurô com rosas usando uma bacia de plástico tudo vale para encantar (ou seria o enganar?) o internauta influenciado por likes. E adivinhe? Funciona.


Em pouco tempo, os três escalados por Bitton começam a receber mimos e convites das mais variadas marcas para divulgação de produtos e serviços. "Fake Famous" (abaixo) se torna ainda mais relevante não apenas pelo convite a pensar o simulacro das mídias sociais, mas também pelas análises de especialistas no assunto que acompanham a produção.



Assistir ao documentário é essencial para entendermos, por exemplo, estratégias de marketing por trás de eventos midiáticos com a suposta festa de aniversário da influenciadora digital paraibana GKay. Enquanto assistia ao desembarque de influenciadores e celebridades (levando junto a atenção de seus públicos), observava o lançamento do mais novo festival de música do calendário de megaeventos nacionais.


Géssica Kayane garantiu que pagou sozinha quase R$ 2 milhões para transportar, alojar, alimentar e assessorar os mais importantes influenciadores do país para tornar a "Farofa" o evento mais importante do ano nas plataformas digitais . Se você acreditou que tudo saiu do bolso da moça, tem que ver o documentário de Nick Bitton com a máxima urgência.


Uma teoria da conspiração garante que GKay (foto) vendeu a marca para empresários interessados em patrocinar um futuro festival de música que saia do eixo Salvador, Rio e São Paulo e desperte o interesse por esse tipo de evento no Ceará. Até ano passado, a Farofa da influenciadora é bem pouca e servida apenas para um punhado de amigos intimíssimos.



Como sou daqueles que se interessa mais pelos comentários do que pela postagem em si, o que mais li sobre a festa foi a vontade manifesta dos seguidores em estar no meio da muvuca. E voilá! A estratégia deu tão certo que pouco dias depois Gkay veio a público revelar que a Farofa se tornaria de fato um festival. Surpreendeu zero pessoas.


Se você prestar atenção, até o universo conspirou (com a ajudinha de um público gigantesco e objetivo de não atrapalhar o line up de shows em 2022), houve reconciliações inimagináveis na Farofa como a da aniversariante e do ex-desafeto Carlinhos Maia, dono de 24 milhões de seguidores no Instagram; "Solanja" e Xande Avião também remendaram as taças - alguém aí duvida num retorno da banda?! Na dúvida guarde o dinheiro para comprar a primeira leva de passaportes para o Farofa Fest 2022.


Como as mídias sociais são um mundo onde literalmente parecer ser é mais importante e lucrativo do que realmente ser, o documentário "Fake Famous" nos convida a olhar com mais cuidado aquilo que vemos diariamente na tela do celular. A mensagem que fica é a de que temos que nos perguntar o tempo todo o que estão tentando nos vender quando seguimos alguém na internet. Pode ser algo muito bom ou não passar de mera bacia de plástico com água e pétalas de rosa no quintal de casa...



*Fake Famous está disponível na HBO Max (assinantes de TV paga tem acesso gratuito pelo servidor) e será reexibido dia 29/12 às 8h30 da manhã.



134 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page